domingo, 23 de setembro de 2012

Eu apenas sei

" Todos os meus pensamentos
irão contigo para sempre
Até o dia em que estaremos juntos
Estarei esperando por ti...''
[Within Temptation]

  Eu não sei em que leito dormes, em qual imagem encaras no  espelho ou qual paisagem vês por tua janela. Eu nem sequer sei seu nome. Porém não há um dia em que não me pegue a imaginar-te em devaneios e suspirar pelos cantos, e noite em que não sonhe com a doçura da voz que eu ainda jamais contemplei; você está sempre em minha mente. Serias tu um herói de batalhas, forte e frio, porém repleto de bondade? Ou um poeta à moda antiga, trazendo floreios e encantos aos meus versos? Viria numa manhã de primavera ou em uma turbulenta tempestade de inverno? Ao lado de um amigo ou um esbarro ao acaso? Por tantas vezes me pego a imaginar-te.. Em cada batida do meu coração está uma esperança de encontra-lo. Sinto-me tão ridícula a falar de tais sentimentos, mais frágil do que como de costume. Mas todos nós temos algo do qual não nos orgulhamos... O amor é minha idéia de paraíso, éden, Campos Elísios e eu sei que em algum lugar, de algum mundo, há alguém reservado a mim. Eu nem sequer sei seu nome, mas o sinto tão meu que poderia ama-lo agora. Eu apenas sei...

2 comentários:

  1. Existem duas formas de destruir a misericórdia: eliminando o pecado e eliminando o perdão. Estas são precisamente as duas atitudes mais comuns nos dias que correm. Numa enorme quantidade de situações não se vê nada de mal. Naquelas em que se vê, não há desculpa possível. As acções do próximo ou são indiferentes ou intoleráveis. O que nunca são é censuradas e perdoadas. O que nunca se faz é combinar o repúdio do pecado com a compaixão pelo pecador.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não compreendi a colocação de suas falas sobre a postagem.

      Excluir

Expresse-se.