domingo, 30 de dezembro de 2012

Mensagem de Ano Novo


" Ando devagar porque eu já tive pressa e levo este sorriso porque eu já chorei demais. Hoje me sinto mais forte, mais feliz quem sabe e levo essa certeza de que muito pouco eu sei, eu nada sei. É preciso amor para poder pulsar, é preciso paz para poder sorrir, é preciso chuva para florir. Todo mundo ama um dia, todo mundo chora. Um dia a gente vem, no outro vai embora. Penso que cumprir a vida seja simplesmente compreender a marcha e ir tocando em frente. Cada um de nós compõe a sua história, cada ser em si carrega o dom de ser capaz de ser feliz."

   Esta é minha mensagem para o ano que chega; a letra de uma das mais belas canções já compostas. Não há nada que eu pudesse escrever que chegasse perto de sua grandeza. Por isso, leia com carinho e reflita sobre cada um de seus versos. Reflita sobre a vida que leva e a vida que quer. Reflita sobre seus atos e o que o distancia de seus sonhos. Reflita sobre quem você é e o que vai deixar de bom neste mundo quando se for. E, principalmente, reflita sobre como foi maravilhoso ter nascido e estar aqui mais um dia, mais um ano; Quando fizer isso não pense nos seus problemas ou em qualquer coisa que o faça pensar que sua vida é ruim, apenas agradeça por estar vivo. E, se algo não é como você queria que fosse, se esforce e tenha fé ao máximo em melhorar isto. Você tem o dom de ser capaz de ser feliz.
   Com meus votos de que neste ano novo você encontre todo o amor que procura.

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

She Wolf

   Se me ferir, seguirei sangrando. Se me disser palavras duras, eu as cospirei de volta. Se me deixar à relva, eu sobreviverei das raízes das gotas de chuva. Se me atacar, eu me defenderei. Mas, se tentar me prender entre os seus dedos, eu evaporarei pelo vento. Eu não sou domesticável.



Citações: Sucker Punch


" Desligue sua mente, relaxe e flutue rio abaixo.. Você ainda não está morto. Esqueça todos os pensamentos, renda-se ao vazio. Está brilhando. Ouça o seu sonho.. Você ainda não está morto.."

" Quem envia monstros para nos matar e, ao mesmo tempo, diz que não vamos morrer? Quem nos acorrenta e quem tem a chave que pode nos libertar? Somos nós mesmos."

" Não quer ser julgado? Não será.
Acha que não é forte o bastante? Mas é.
Está com medo? Não fique.

Você tem todas as armas de que precisa.
Agora lute!"

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Cuidado,

" Numa flor que tem espinhos
                   você pode se arranhar...''
[Erasmo Carlos]

If tomorrow never comes


O fim do calendário maia, 21/12/2012. É claro que o mundo não vai acabar, mas porque não aproveitar da brincadeira? Se fosse realmente o fim, o que você teria deixado no mundo? Você teria vivido a vida que sonhou, teria dado atenção devida às pessoas que amou, teria sido feliz? Eu também respondi não para as três perguntas e, realmente também não sei o que teria deixado para o mundo; talvez nada. Mas realmente não é esse o peso que eu queria carregar nas costas se esse fosse o último dia da minha vida. Se eu pudesse, se eu tivesse coragem e força para isso, eu gostaria de dizer a todos os que me magoaram ou feriram de alguma forma que os perdoo de verdade e que não mais quero carregar no peito a dor de seus atos passados. Porque eu sei que, na época, seja lá o que eles tenham feito foi o melhor que pensaram poder fazer. Queria abraçar e dizer quanto eu gosto de todas as pessoas as quais tenho carinho, além de lembrar-lhes o quanto foram importantes pra mim. Porque, a muitas delas, eu jamais disse uma palavra de afeto. Queria igualmente agradecer a todo e qualquer um que, em qualquer momento, tenha me prestado auxílio, consolo ou, simplesmente, companhia. Queria não ter dado tanta importância a coisas que realmente não eram importantes e ter reparado mais na cor do céu, na fase da lua, no sorriso de um colega. Porque nenhuma roupa  cara me serviria se este fosse o fim, ao contrário de um coração repleto de ternura. Queria ter sorrido mais e não ter me entregado tantas vezes aos prantos noturnos. E, principalmente, queria pedir perdão a muitas pessoas. Pessoas que eu magoei, pessoas que eu prejudiquei (direta ou indiretamente), pessoas as quais eu não disse o quanto amava antes que fossem embora. Porque eu sei o quanto, todos esses dias, senti pesar o arrependimento.
 E você, o que faria se esse fosse o último dia da sua vida?

" Devia ter amado mais
ter visto o sol nascer..''
[Titãs]

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

#Sad.


" Agora eu sei que tenho um coração,
porque está partido.''
[O Homem de Lata]

Peço licensa para agir como uma pequena criança,
porque agora.. tudo o que eu quero é ficar triste

por causa de alguém, ou melhor,

             de ninguém.. =/

Quem nunca quis ser o único de alguém
Quem nunca quis alguém pra ligar a qualquer hora
Quem nunca quis não precisar temer
se essa vez será a última,

que atire a primeira pedra..

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

All you need is love [2]

   Alguns filmes para lembrar que ainda existe beleza no mundo:
- A Fera;
- Amor Eterno;
- A Procura da Felicidade;
- Comer, Rezar, Amar;
- Sempre Ao Seu Lado;
- Up! Altas Aventuras;


O Amanhã -2.


   Então acaba, ateia fogo a si mesmo, como faria uma fênix vermelha. E então, jamais existiu. A partir de agora é um completo estranho, desconhecido. ": Assim terminam todos os meus pequenos sonhos. Nascem de alguma ideia precoce que logo toma a forma de um singelo almejar (que cresce a proporções variadas). Não é preciso nenhuma ação ou dificuldade para que surjam; simplesmente brotam aos montes, em qualquer esquina, em qualquer chance. Muitas vezes uma chance inexistente que eu forcei meus olhos a ver, minha mente a criar. Tomado eu conhecimento do pequeno sonho este é tratado como um animal doméstico: é alimentado (com qualquer tipo de esperança), cresce, torna-se um acalento para o coração. Logo, este pequeno sonho é o ar que - enquanto perdurar- eu respiro. Então, acaba.
   Não dói quando termina, não é triste de fato. O que, honestamente, traz solidão é o tempo de espera que leva até que brote um novo. E assim eu vou vivendo: ocupando minha mente e coração com pequenos almejares (para que não se sinta vazio..). É como dar a alguém que passa fome um pão por dia; ele continua faminto e miserável, mas tem o que se manter o resto do dia. Supondo que ele coma o pão em pedaços ao longo do dia, chegará um período - a noite - em que o pão de fato acabará. E, até que chegue a manhã seguinte, e ele ganhe um novo, sentirá fome. Pois, jamais saciou sua fome inicial, apenas.. disfarçou-a. Isso não é vida.

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Eu já fui mais eu

   Nas coisas perdidas, esquecidas, achei uma fotografia antiga. Um, dois, três anos tavez.. E, se ela falasse, diria que sente desgosto de mim. Quase temi ao encarar-lhe, tão ameaçadora ela era! Seus olhos eram inquisidores, persuasivos, destrutivos, tinham algo que não sei bem explicar. Só sei que nos olhos daquela relíquia existia um brilho que hoje não mais se vê; um brilho inteligente, curioso, ávido, revolucionário, profundo, transparente. Era um brilho de personalidade.
   Hoje no que eu me tornei? Eu tenho um rosto para ver no espelho, eu tenho um rosto para que outros adulem e desejem. Eu tenho um tronco vazio. Nos meus olhos não há nenhuma emoção, nenhuma chama. Estão vazios. Completamente vazios. Como um objeto de vidro: belo e oco, sem nada mais por dentro, sem profundidade. Como águas inexplicavelmente claras sem nada ter abaixo para se contemplar. Não há nada dentro de mim. Eu já fui Poeta, eu já especulei sobre o mundo, eu já tive sentimentos e opiniões. Hoje eu sou apenas um objeto de vidro, um tronco oco, um rosto no espelho.
   E, se aquele retrato falasse,
              diria que sente desgosto de mim.


" I am no more! "
(" Eu não sou mais eu" - A Fera)

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

O Amanhã -1.


" Pra que viver de sonho em sonho
                                          temendo o dia
                          em que o sonho acabar ?"
[Moulin Rouge]


   E jamais ter certeza

de como será o amanhã.. (Continua)

Reflita

" Para aonde foi o amor ?.

domingo, 2 de dezembro de 2012

All you need is love [1]

Por um mundo menos sexual
   e mais amoroso.

Sem graça


   Às vezes - frequentemente - acho as pessoas - a maioria - tão sem graça. São desinteressantes, desestimulantes, descrentes. Tão sem graça, tão sem cor.. Não há nada nessas pessoas que eu queria investigar, nada que eu queria compreender, nada que eu queira compartilhar. São chatas. E chatas em antônimos até; São efusivas a ponto de parecerem retardadas ou melancolicas ao grau de dar nojo. São inteligentes e arrogantes ou retrógrados e leprosos. Gostam sem amar ou amam antes de gostar. Falam muito e não tem nada a dizer ou se fecham num silencio irritante. Impõem sua fé por onde quer que vão ou são céticos e sem encantos. Cantam vitórias demais ou só citam suas derrotas. São chatas, irritantes, limitadas, idiotas, sem graça, arrogantes, invasivas, petulantes, feias (por dentro), mal-educadas, mal-arrumadas, sem encanto, pobres (de espírito), s e m  g r a ç a.

   Por favor, vá ler um livro, fazer algo útil da vida e ter aulas de etiqueta.

=)

    Às vezes um elogio pode mudar tudo.. :)
Obrigada por lerem-me, SEUS LINDOS.

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

=)


Cuide do seu jardim,
  e as borboletas virão..

domingo, 18 de novembro de 2012

Até que não houvessem estrelas


Eu não sei o que é amor, mas conheço a dor que ele pode causar. Eu estava lá quando os prédios desabaram. Eu não sei o que é amor, mas já ouvi as lendas à cerca da inexorável alegria que pode causar. Afortunados sejam aqueles que conhecem o amor, das suas dádivas. Que almas abençoadas! Como deve ser próspero sentir-se amado e seguro. Deve ser como deitar-se em berço de estrelas e despertar em campos de flores.. O que não daria eu, mera exilada, para partilhar de tal divino presente... Eu andaria por vales de morte e sombra eterna apenas pela vã esperança de nos braços do amor me encontrar. Eu esperaria até não houvessem mais estrelas e o mundo que conhecemos fosse um pálido resquício dos destroços do passado, se, ao fim de tudo, me esperasse também nem que fosse um vislumbre da felicidade que uma vez eu vi nos olhos de dois amantes.

"Todos me pareciam tão felizes..
Porque eu não podia ser como eles? "
[A Procura da Felicidade]

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Eu deixei algo no vento..


   No vento eu deixei todos os meus heróis, todos os meus sonhos impossíveis, todos os meus amores inacessíveis. No vnto eu deixei todas as minhas lágrimas, todos os meus temores, todos os meus dias que anteciparam este. Eu deixei algo no vento... Muitas vezes ele vem a minha janela numa tarde macilenta e sopra um sussurro ligeiro e monocromático em meus ouvidos gelados. Eu sei exatamente o que ele veio dizer, antes mesmo de iniciar sua mensagem; ele veio me lembrar do que eu esqueci sobre seus cuidados, me lembrar que aquelas coisas ainda existem, embora afastadas da realidade. São reais em um outro mundo, em algum lugar do passado. Então eu fecho os olhos e as janelas, aqui dentro o frio se foi. Observo como, lá fora, o clima tinge de sépia as flores, as árvores, a vida. Há algo de belo nele, algo como uma sensibilidade, um humano inabalável. Quase como que para lembrar de que essas coisas ainda existem em mim - em algum lugar de mim - secreto. Olho com carinho para a janela, não odeio meu passado. Eu deixei algo no vento..

Citações: 4 vezes felicidade

“ Felicidade é ter algo o que fazer, ter algo que amar e algo que esperar...” [Aristóteles] " Felicidade é apenas paz de espírito." [Dalai Lama] " Felicidade é amar e, em troca, amado ser." [Moulin Rouge] " Na decaração dos direitos humanos está citada a busca pela felicidade. Parece algo estranho para estar presente em um documento tão importante, mas alguém sabia que não há maior bem para um homem e usou o termo busca; que remete que talvez nunca a encontremos, mas que não podemos desistir de encontrá-la." [A Procura da Felicidade]

Sapatos de veludo vermelho


   A dama caminhou sofisticadamente e seus sapatos de veludo vermelho, mais parecia uma garça, tamanha era sua graça. Segurava com uma das maõs a barra do vestido de seda cerúlea e com a outra ajeitava o penteado. Os longos cabelos escuros e lisos, sedosamente caindo pelo ombro esquerdo. Adentrou o bosque afastando os arbustos com as mãos - agora livres. Agora livre. Tirou os sapatos de veludo vermelho e deixou-os em frente a um robusto carvalho, retirou o vestido de seda cerúlea e dobrou-o com todo o cuidado em cima dos sapatos luxuosos. Sacudiu os belíssimos cabelos e deixou que caíssem como bem quiseram pelo corpo esguio. De vestes íntimas, pos-se a correr liberta por entre as árvores, dançando e pulando em volta das plantas venenosas e serpentes. Gostava do veneno, da perversidade, das aranhas que devoraram seus parceiros tanto quanto gostava dos vestidos de seda e olhares de boneca. Não era mais de um mundo nem de outro, apenas.. podia ser - com perfeição - quem bem quisesse. Este era seu modo de viver.

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Águas claras


Um dia eu encontrarei um mar de águas claras e frescas, intocadas. E, pela primeira vez, não precisarei vasculhar um mar negro e triste para achar um tesouro. Que nunca achei.

Dura.

Já posso ouvir os gritos de reprovação e sentir a dureza das pedras.. Mas direi assim mesmo:

Nós jovens - que nos auto-proclamamos profundos entendedores do amor  - somos os que menos o conhecemos de fato. Na idade em que tudo é excessivo e intenso, qualquer mera atração pode ser confundida e transformada numa pequena obssessão que - erradamente - denominam amor. Reflita sobre isso: não vivemos um terço de nossa vida, não passamos por nada e queremos ser tudo. E o amor, o ''sentimento sublime''.. é claro que haveríamos de querer incorpora-lo ao nosso mundo juvenil e dizer os mais equivocados ''eu te amo'' acreditando realmente serem verdade absoluta. E defendemos com garras e sangue..

Mania que a maioria dos jovens têm de defender burrices com garras de ferro e sangrar por causas que um dia verão o quão inuteis..

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Titânio.

"Não tenho nada a perder
E se você tentar me derrubar, não vou cair
Eu sou de titânio."
[David Guetta]

sábado, 20 de outubro de 2012

Para a mais mijona das marias


A Deus agradeço por eeste não ser um male que me pertença! Porém venho falar sobre mulheres que não sabem o que é amar. São essas as que mais pensam que amam desesperadamente alguém. Pensam. Todos os dias mais e mais idiotas ingênuas (perdoem-me este termo depreciativo, caros leitores) definham numa inexorável tristeza e se humilham desesperadamente por um homem que jamais as amará. E ele está muito certo! Analisemos o perfil de alguém que se humilha, sacrifica por alguém: Por não ter nenhuma auto-estima, acredita ser alguém sem valor nenhum que, apenas correndo muito atras, conseguiria ter um relacionamento. Essa pessoa realmente crê nisso. Como não se ama, põe a pessoa amada (ou melhor, sua obssessão sem sentido) acima de tudo, o sol e o deus de seu limitado mundo. E o que acontece quando se dá dedica tanta importância ("moral") a alguém?? Esta pessoa toma conhecimento do poder absoluto que tem sobre você e inicia um sádico e inconsciente jogo para ver até quanto de sumo consegue espremer da laranja. E, esqueci de dizer, essa pessoa também jamais (nunca em hipótese alguma) cogitará a possibilidade de talvez te amar de volta. É cruel, mas é verdade. Ninguém ama um inseto que se arrasta vergonhosamente aos seus pés, morrendo e se modificando por você, isso é deplorável! Como gostaria que as tais idiotas ingênuas pudessem ver de fora a situação em que se encontram, como uma terceira pessoa, e ver a si mesmas perturbando um homem dia e noite, incessantemente. Ficando exaltadas com qualquer ''oi'' que ele lhes dê e cortando os pulsos por qualquer palavra fria. Talvez elas sentissem nojo de si mesmas, desprezo. Eu sinto. O homem que elas querem sente. O mundo inteiro sente. Então, mulheres perturbadas, deixo a vocês um simples apelo que, quando compreendido, pode mudar a vida de qualquer um poderosamente: Ame a si mesmo acima de tudo, pois só assim outros poderão lhe amar.

Essa é minha sincera homenagem negativa às meninas mulheres que todos os dias se arrastam em nome de algo doentio que acham ser amor.

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Sinto sua falta


 " Oh, meu amor! Meu querido
estive tão ávido pelo seu toque
Sozinho por tanto tempo
e o tempo pode mudar tantas coisas''

" Não haverá um dia em que eu não pense em você..''
[Fantasma da Ópera]

Minha maçã de Eva



Poucas pessoas me encantam, é fato. Talvez ele fosse uma delas. Não estou dizendo que o ame, de forma alguma! Apenas não nego que não lhe sou indiferente.. Aliás, sou-lhe qualquer coisa exceto indiferente. Ele me faz cair em suspiros. Queria eu afogar-me em seu abraço como alguém que se lança em lençóis de seda e apertá-lo com força. Já disse que tens o melhor abraço que já senti? Já disse que ao seu lado eu apenas quero sorrir? Mas não és meu, tão pouco isso já foi mencionado. És apenas um pensamento. talvez quem sabe até correspondido - como algumas vezes já achei ser - porém, proibido. O mais proibido rapaz para mim, praticamente incogitável. Maçã de Eva... se tudo houvesse sido diferente. Esta culpa eu carregarei.. Mas talvez, quem sabe, um dia tudo que vemos hoje seja apenas poeira no vento e haja para nós uma chance, um futuro. =)

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Aonde eu queria estar



" Ele beijou meus lábios
eu senti náuseas
Ele me puxou para perto
eu senti nojo de mim mesma

Porque quando eu estou com ele
estou pensando em você"

Em seus olhos
era aonde eu queria estar

domingo, 14 de outubro de 2012

...


" Eu só quero um capim para levar ao canto da boca
e meus cabelos ao vento
enquanto vagueio sem rumo por estas estradas de chão batido
cantarolando The Doors, The End.''

Uma.

Uma.
Uma que passou por entre teus dedos e esvaiu como água. Uma que esteve em teus braços e evaporou-se como fumaça. Uma como uma flor que se assopra e se espalha pelos ares, poeira no vento. Quase não é física. Uma a qual se trata como as quatro estações: o encanto da primavera, o júbilo do verão, a mudança do outono e a frieza do inverno.Começa ''a'' e termina ''uma'', qualquer uma. Completamente esquecida. Uma.

Eu não quero ser um nome em uma lista
Porque não quero que novas páginas
me conduzam ao esquecimento.


quinta-feira, 4 de outubro de 2012

A rainha de gelo


Toda a beleza
todo o charme
todas as vestes emplumadas
Toda a força
toda a coragem
todos os não se importares
Não escondem de ti mesma
teu coração gelado
Vazio de amor

" Vou-me! E fica com ti mesma,
a única pessoa que existe em vosso mundo!"


terça-feira, 2 de outubro de 2012

Libertem o Kraken!


" Lembrou-me Andromeda, a princesa grega oferecida em sacrifício a uma entidade marinha trevosa. Sacrifício... Teria ela caminhado solene por dentre multidões impiedosas com sua cabeça erguida? Teria seu coração sido nobre mesmo quando o medo lhe parecia implacável? Teria ela derramado uma lágrima, fosse pelos seus sonhos enterrados ou por sua icomensurável solidão? Sacrifício... Libertem o Kraken. "

Apenas um pouco mais triste
e viva.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

" home again, across the sea..


A viagem de volta é sempre tranquila,
mas não leva a lugar algum.

domingo, 23 de setembro de 2012

Citações.

"Quando você quer alguma coisa, todo o universo conspira para que você realize o seu desejo." [Paulo Coelho]

Eu apenas sei

" Todos os meus pensamentos
irão contigo para sempre
Até o dia em que estaremos juntos
Estarei esperando por ti...''
[Within Temptation]

  Eu não sei em que leito dormes, em qual imagem encaras no  espelho ou qual paisagem vês por tua janela. Eu nem sequer sei seu nome. Porém não há um dia em que não me pegue a imaginar-te em devaneios e suspirar pelos cantos, e noite em que não sonhe com a doçura da voz que eu ainda jamais contemplei; você está sempre em minha mente. Serias tu um herói de batalhas, forte e frio, porém repleto de bondade? Ou um poeta à moda antiga, trazendo floreios e encantos aos meus versos? Viria numa manhã de primavera ou em uma turbulenta tempestade de inverno? Ao lado de um amigo ou um esbarro ao acaso? Por tantas vezes me pego a imaginar-te.. Em cada batida do meu coração está uma esperança de encontra-lo. Sinto-me tão ridícula a falar de tais sentimentos, mais frágil do que como de costume. Mas todos nós temos algo do qual não nos orgulhamos... O amor é minha idéia de paraíso, éden, Campos Elísios e eu sei que em algum lugar, de algum mundo, há alguém reservado a mim. Eu nem sequer sei seu nome, mas o sinto tão meu que poderia ama-lo agora. Eu apenas sei...

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

The End.


" Este é o fim, belo amigo. O fim... O fim dos tão elaborados planos, o fim do que permanece. Eu jamais olharei em seus olhos novamente. Dói libertar-se, mas você jamais viria comigo. Este é o fim das esperanças e dos suspiros. O fim... '' [The Doors]

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Citações


" Aqueles que sentem dificuldade em amar novamente
são os que mais precisam de amor."
[Amor Além da Vida]

É fácil, é como cair..

" A vida nem de longe é tão dura quanto se costuma pensar,
deve-se apenas deixar-se levar por ela.
Como quem dá um passo em frente ao penhasco:
É fácil, é como cair... "

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

O Controle


Meus atos foram pré-determinados, minhas palavras foram ensaiadas. Não me apetecem surpresas, nem tão pouco "deixar rolar". Os termos naturalidade e improviso não existem em meu dicionário. E assim prefiro eu que seja.  Uma performance tem de ter um bom roteiro para sair perfeita, e mesmo adversidades devem ser previstas. Eu planejo minhas performances, eu sou uma boa atriz. De a mim qualquer papel e desempenharei com maestria. Não me apetecem surpresas, nem tão pouco de "deixar rolar".. Eu gosto do controle, eu gosto da perfeição.

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Pule!


Arrisque sempre,
pois caso não haja sucesso,
ao menos serviu para que você
parasse de gastar tanta energia e tempo
em um sonho tolo. 

Arriscar é fechar os olhos e pular!

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

=)

" Está tudo bem no meu mundo."
[Louise L. Hay]

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Tempestade


*Fecha os olhos e diz, trêmula e temerosa*
Eu vou continuar acreditando, eu vou continuar acreditando..
E essa noite tão gelada...
Eu vou continuar acreditando, eu vou continuar acreditando..
E essa chuva logo passará.

God, care of me.

sábado, 18 de agosto de 2012

Sorriso triste

 
" Sorrir, quando a dor te torturar e a saudade atormentar os teus dias tristonhos, vazios. Sorrir, quando o sol perder a luz e sentires uma cruz nos teus ombros cansados, doridos. Sorrir, vá mentindo a sua dor. E ao notar que tu sorris, todo mundo irá supor que és feliz." [Djavan]

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

É uma dor

Um estudante de psicologia 
me perguntou o que eu achava sobre o amor;
Eu pedi licença e chorei num banheiro.

terça-feira, 14 de agosto de 2012

e salve a américa!

Deus esteja conosco.

O amor de hoje


"Como você descreve o amor?", todos nós temos respostas prontas para essa pergunta. Mas será que, realmente, temos sentido amor? Tenho notado o amor tão doentio.. E, desta forma, jamais fora descrito. O amor é uma felicidade que nos completa até transbordar, é viver distante, sonhando e sentir-se como se não faltasse mais nada. O amor é pleno, feliz e benéfico. Cada um destes três fatores é de suma importância. Porém, mesmo assim, percebo que os três vêm sendo esquecidos e substituídos por uma obsessão estranha que criamos pela busca da felicidade. Obsessão pela busca, exatamente, não pela felicidade em si. É como se a idéia de que relacionamentos são a única chave da alegria houvesse sido martelada em nossas mentes. Com isso, essa persseguição por quem nos ame, acabamos por perder coisas importates, tais como:
- O senso de crítica: não me refiro à aparência, mas a qualidades que cada um considera importante em um parceiro (exemplo; bons modos ou respeito). Uma vez que estamos tão desesperados por um relacionamento, abrimos mão de nossas preferências e aceitamos qualquer um que se disponha a estar conosco. Com isso, na maioria das vezes, arrumamos um parceiro que não tem nada a nos acrescentar e não nos causa nenhuma emoção em particular;
- Encantamento: quando conhecemos alguém que nos causa um certo interesse que pode vir a se tornar amor, experimentamos uma sensação de encantamento. Nós não esperávamos, não procurávamos. O amor é assim, imprevisível. Quando corremos atrás do primeiro que nos aparece, pulamos esse encantamento, já que nossos olhos se forçam a brilhar por um estranho. E, diga-me, o que é amor sem aquela sensação de que alguém é o sol e as estrelas a brilhar?;
- Amor próprio: a mais importante forma de amor, aquela dirigida a única coisa no mundo que teremos para sempre: nós mesmos. Não há como amar alguém - verdadeiramente - se não adoramos e respeitamos a nós mesmos primeiro. O que isso tem a ver? Simples.. Esse desespero por relacionamentos que chamamos de amor faz com que nos desrespeitemos e não nos demos o devido valor. Entenda, se você aceita qualquer um, você é qualquer coisa;
O que qui dizer com tudo isso é que o "amor" de hoje nada tem a ver com amor de verdade. Talvez muitos de nós nem saiba o que é amar.. Se apegam a um querer doentio, desesperado e permanecem em relacionamentos tristes e vazios, que não as respeitam nem lhes dão carinho, apenas para evitar a solidão. Mal sabem eles que quem  corre da solidão a encontra mais depressa.

* Dedicado a uma certa pessoa que só é acompanhada até o meio do caminho de volta para casa.

sábado, 11 de agosto de 2012

É você.

É você.
É tudo por sua causa. Tudo o que eu faço.
Digo a todo tempo: o paraíso é um lugar ao seu lado "
[Lana del Rey]

'E então é isso, como você disse que seria. A vida corre fácil para mim, na maioria das vezes.' , disse o triste Damien Rice em sua mais bela obra. Eu agora entendo tão perfeitamente sua canção. Frase a frase. A vida soa abundante, servil, e as alegrias brotam diariamente, inconsequentes. Mas quando, por um minuto, eu estaco meus passos e olho para o nada é teu nome que me vêm a cabeça. E o coração sangra. Você... Agora sei que foi tudo por você, todo esse tempo. Em cada vez que pensei estar no ápice de um feito, tudo o que eu queria - inconscientemente - era provar desesperadamente a mim mesma que havia vida além de ti. E mesmo hoje, tanto tempo passado, eu ainda estaco a pensar em ti. Regredir. Seu nome é como uma facada, sua lembrança um inverno gelado e nós, água gelada. Você... doce veneno, encanto proibido. Jamais alguém me encantará como fez você. E, todas as vezes em que eu me atirar às cegas em aventuras inúteis...
É você.. É você.. Tudo por você, tudo o que eu faço. O paraíso é um lugar ao seu lado.

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

As ondas e o tempo


"Os dias morrem nas noites

assim como as ondas morrem na areia. "

It's Alive!


Quando sua mente desperta de um mundo arcano e seus olhos se abrem, você sabe que está vivo. Então seus pés tocam o chão, agora têns certeza de que é real. As milhares de estrelas agora dormem distantes - pertencem a um outro mundo - e raios de luz tocam seu rosto, amavelmente. Um novo dia, uma nova oportunidade, um novo caminho. Os erros se foram, culpa e mágoa esvaíram com a noite. Passado. Você está aqui agora para descobrir o mundo, explorar o quão gloriosa pode ser sua vida. E tem essa oportunidade todos os dias, quando sabe que está vivo.

sábado, 4 de agosto de 2012

Dreamspace


Tão escura e bela é a noite, e a luz branco-azulada das estrelas faiscando no céu onix. Em meus sonhos, caminho em um tapete de nuvens. Meus pés tão suavemente sentem o enregelar molhado do algodão. O vento que ao meu redor devaneia é tão leve que tenho a sensação de poder voar. Pego com as mãos uma pequena estrela, sua luz cintilando entre meus dedos. Logo ela se derrete em um líquido quente e prateado; metal celestial. Quando eu o liberto ao vento acaba por cair na lua, e mais uma cratera em sua superfície surge. Brilho metálico. Agora eu estou correndo em um mar de nuvens, tão velozmente que sinto poder voar. E passo pelos profundos mares de Netuno, o céu límpido de Urano, os desertos de Saturno e os vorazes vulcões de Marte. Tão grande é o universo, e quero desbravá-lo para sempre. À esquerda de Plutão vi um enorme emaranhado de luzes de todas as cores, se tratava de um santuário. Um porto seguro onde as estrelas se encontram e juntas falecem. No caminho de volta fugi dos dentes de Leão, montei Capricórnio e banhei-me em águas cristalinas do Aquário onde a bela Virgem entoava uma triste canção. Tão grande é o universo e quero desbrava-lo para sempre. Novamente na Terra, vi as primeiras nuances do alvorecer despontando de um horizonte amarelo-rosado. Um passo dei para fora de minha nuvem, atirando-me aos céus. Tão leve a queda, tão suave o despertar. E meus olhos se abriram em uma cama quente. A janela estava aberta. Lá fora um céu, e uma lembrança agradável.

Heróis.

Há heróis que eu vi morrer
Há um coração caído ao chão
E eu ainda o sinto partir.. ''

Expectativas

''Eu posso viver
com ou sem você. ''
[U2]


Hoje eu não tenho mais expectativas. Aqueles pensamentos sonhadores que eu tinha aos montes, já não os tenho mais. Eu já não espero, eu já não conto. Hoje, eu não tenho mais expectativas.

quarta-feira, 25 de julho de 2012

.

Essa sensação de que cada dia se arrasta vagarosamente.

Tão puro é o ar..


Faz-se um belo dia de sol no campo, as flores exalam um indiscritível aroma. Tão puro é o ar. Há um lago à sua frente, límpido e reluzente como um cristal. Rapidamente você descalça seus sapatos e se atira a ele. Tão suave é a água. Você plana na massa translúcida como se houvesse nascido na água. E à ela tornará...
Ao regressar para respirar, depara-se com uma espessa camada de gelo se formando rapidamente acima de suas mãos. A superfície está congelando, progressivamente. Um desespero enregelado o toma por completo. Você nada apressado até onde residem os buracos ainda não alcançados e assiste o último feixe de luz solar ser encoberto. Tudo acima de você é apenas uma camada espessa de gelo. Você a agride descontroladamente, porém nada a pode partir. Desespero. Então, lhe falta o ar.

Este momento, este pequeno momento, é como a ansiedade.

Para onde os perdidos vão..

Eu estou indo para onde
o vento sopra
Eu estou indo para onde
os perdidos vão...'
[Sarah Brightman]

A viúva morta


As rosas há muito já se tornaram pálidos cadáveres, frágeis como lembranças antigas. As roupas marcadas por traças cheiram a tempo. Ela ainda está lá, deitada entre os espinhos, jogada aos pés do túmulo. Seus olhos permanecem fechados, não comtempla o mundo, mantêm-se ávida ao passado. A pele branca adquiriu um tom fantasmagórico, intocado. Ela permanece lá, até hoje; deitada entre os espinhos. Não se sabe se viva ou morta. Ela é como uma relíquia, uma recordação dolorosa de um tempo triste. Talvez a viúva deva ser enterrada junto com a lembrança pela qual chora.

Então a última pá de terra encobriu seus olhos fechados, inexoráveis.

segunda-feira, 23 de julho de 2012

O pior dos venenos

O amor
é estar-se preso por vontade
é ter com quem nos mata a lealdade.

Fantasia.


" Na fantasia existe um mundo justo
e lá a noite é mais clara
Eu sonho que as almas são livres
como nuvens que planam''
[Sarah Brightman]

Em meus sonhos há um lugar onde o céu é amarelo-rosado como um campo primaveril e, à noite, uma explosão de milhões de estrelas verde-avermelhadas. E tudo é belo e tudo é pleno. Lá as juras são eternas e as palavras são sinceras. Lá os dias passam leves e, à noite, não choram corações por amor.

domingo, 22 de julho de 2012

Little dolls gonna sleep


A pele desnuda começa a arder sob o sol impetuoso. Brasa viva, dor e mais um pouco de amargura. Talvez eu precise mesmo da máscara. Não como uma opção alternativa para algo em particular, mas como única identidade. Talvez eu precise vestir novamente minha máscara e assumir os riscos de assumi-la como minha única face. Em um mundo de perversão e lixo, o verdadeiro eu jamais deveria ter sido exposto.

segunda-feira, 16 de julho de 2012

A palavra dos espertos


Uma outra grandeza: o silêncio. O silêncio guarda, priva, protege, nos faz ganhar tempo, diz tudo, diz nada; portanto, ninguém pode provar o que foi dito com silêncio. O silêncio é uma amplitude, um universo particular proibido. Só nosso. E nenhuma chave extrangeira pode invadí-lo.
Pense em quanto ganha aquele que resguarda seus sentires, sendo um eterno mistério ao amante.. delicioso de se tentar desvendar. E quanto perde aquele que despeja todos os sentimentos em cima do amante, como uma inundação piegas.
De que valeria um diamante se o encontrassem em cada rocha?
Pense em quanto ganha aquele se cala perante um insulto e quanto perde aquele que derrama desaforos aos ouvidos alheios.
Disse Budha ao discípulo: "Se recebes um presente e não o aceita, com quem ele fica?''
 Pense em quão digno mantêm-se aquele que resgaurada seus próprios segredos e quão xxx é aquele que expõe a vida a muitos como um livro aberto.
Se quer alguém em quem confiar, confie em si mesmo.
O silêncio nos dá a dádiva do tempo, da reflexão. Pensar duas vezes antes de dizer algo que poderíamos nos arrepender depois. Um tempo para nós. Para pormos nossas idéias em ordem. O silêncio guarda, priva, protege, diz tudo e não diz nada. Assim como o tempo, é uma dádiva, a palavra dos espertos.

sábado, 14 de julho de 2012

No more 'I love you's'



" Eu costumava sofrer de tristeza e ter noites agitadas. Desejo, desespero, desejo.. tantos monstros! Mas agora eu não fico correndo para casa e assoviando melodias tristes que me fazem chorar. Sem mais 'eu te amo', há monstros lá fora. Sem mais 'eu te amo', eu não digo mais que amo.'' [Annie Lennox]


No more I Love You's.

é isso, só isso.

Eu não te amo,
Eu amo o sofrimento que me causaste..
Amava.

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Eu já tive pressa..

Ando devagar porque já tive pressa
e levo este sorriso porque eu já chorei demais. ''
[Leonardo]

Cólera.


Eu apenas gostaria de saber porque sinto tanta raiva. Uma cólera concentrada, sem destino certeiro, remetente ou destinatário. Apenas fica lá, revolvendo-se em seu cárcere, esperando pelo momento mais banal em que possa ser liberada. Porém ela não sái de mim, não atinge aos outros, não causa dores em terceiros. É apenas minha. Unicamente eu sinto-a arranhar-me por dentro, devorar-me, dilacerar-me. Como um monstro que enfurece-se e agride as paredes ao seu redor; e eu sou as paredes. Então quero berrar, arranhar, abandonar, insultar e violentar.. ácido me corre nas veias. E, logo após, sinto-me tão vazia quanto um alcóolatra quando passado o efeito do vício.

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Waiting for something

" Porque não pára de esperar por alguma coisa?''
 [Comer, Rezar, Amar]

Peco

Pelo excesso ou pela falta.
Quem tudo quer, nada tem.

Alma infiel

Oh, mal hão de me julgar!
Porém eu entendo o que quero dizer
Um poço de amor eu sou
quanta ternura sou capaz de guardar
por um único
Meu coração não se divide
Já a alma, se rompe e devaneia
não foi feita para se prender entre dedos
Precisa voar
apenas para provar liberdade a si mesma
O gosto pela abundância
Então por isso os olhos desviam
o pensamento assume novos rumos
Não se trata do coração, este pertence a um
É a alma
a alma que é infiel


terça-feira, 26 de junho de 2012

Pássaros e matrimônios

Em campos de incertezas e temores,
 Só não te esqueças - és livre como um pássaro.



'' (...) Sabem bem os pássaros quais árvores carregam acerolas, pitangas, flamboyantes. E livres são para bailar entre elas, passando cada tarde na que lhe ofertar melhor perfume.. ''

sábado, 23 de junho de 2012

Navegar é preciso


''Caminhando contra o vento
sem lenço, sem documento..Eu vou..''
[Caetano Veloso]

É preciso deixar o passado para viver o presente. É preciso mover-se para planejar o futuro. É preciso arriscar para se escolher o caminho certo. E, mesmo que não resulte no esperado, sempre há novas direções a seguir pelo mar. E agora nós somos livres.