domingo, 17 de abril de 2011

Música Clássica

  Existe uma infinidade de canções muito belas, uma infinidade vozes melodiosas, óperas, etc, mas nem a mais formosa das vozes, nem a mais comovente das letras seria páril para a Música Clássica. Ela é o sentimento na sua mais sincera forma, como um puro diamante a cintilar na natureza sem ter sido lapidado ainda, sem ter passado pelas mãos do homem. Sim, para mim a Música Clássica é a forma primitiva do sentimendo, não há de haver nunca uma letra bem escrita o suficiente para complementá-la, nem que fosse um poema, e nem uma voz angelical o suficiente para entoá-la; a Música Clássica é naturalmente perfeita, fascinante, ela diz tudo sem carecer de sequer uma palavra. Duvidas? Pois escute Ouverture Suit Nº03 [Bach], por exempo, e me digas que aquela melodia não lhe desperta profundezas até na alma ?? Ou que a bela Movimento de Primavera [Alexandre Guerra] não lhe recorda algo do passado?? A Música Clássica é uma borboleta bailando pelos ares do campo, é uma manhã amarelo-rosada de primavera, é uma lágrima que escorre pelo rosto fenecido, é uma janela fechada no dia chuvoso, é um aperto de saudade ao olhar uma antiga fotografia, é um coração de vidro a estilhaçar-se pelo chão. Música em sua mais erudita forma, feita para ser apreciada não por qualquer um, mas por aquelas que compreendem e admiram a sua grandeza somente, as almas dotadas de sentimento e sensibilide.

4 comentários:

  1. Agora sim...voce a rosa e a melodia, lindas,parabens...
    Um forte abraço...

    ResponderExcluir
  2. Voce tem o dom do encantamento...
    Um abraço...

    ResponderExcluir
  3. procure a música Adagio de ALBINONE

    ResponderExcluir

Expresse-se.